Diário da Rússia

Tecnologia

Curiosity encontra “pirâmide” em Marte

Jipe-robô analisará pedra que chamou atenção dos pesquisadores

Uma rocha incomum chamou a atenção dos pesquisadores que estão à frente da missão do Curiosity. A pedra tem a forma de uma pirâmide e será analisada pelo jipe-robô nos próximos dias. Seu tamanho é semelhante a uma bola de futebol americano, com 25 cm de altura e 40 cm de comprimento, e sua composição passará por uma análise cuidadosa do aparelho, que percorre o solo de Marte em busca de evidências da existência, atualmente ou no passado, ou de condições de vida futura no Planeta Vermelho.

A rocha, batizada de Jake Matijevic, em homenagem a um dos engenheiros do projeto Curiosity falecido no dia 20 de agosto, foi encontrada entre o local de pouso do jipe-robô e o lugar chamado de Glenelg, considerado ideal para analisar Marte por possuir três tipos de solo diferentes. O aparelho está percorrendo este caminho, de aproximadamente, 400 m e usará uma broca para furar a pedra e analisar composição dela.

A pedra em forma piramidal tem 25 cm de altura e 40 cm de comprimento

O Curiosity chegou a Marte no dia 6 de agosto e deverá realizar uma missão de dois anos. O jipe-robô carrega 10 equipamentos capazes de estudar o Planeta Vermelho, um dos principais instrumentos é o Dinâmico de Nêutrons Albedo (DAN), contribuição da Rússia para o projeto e que é capaz de encontrar indícios da existência de água a até 50 cm do solo.

Nos últimos dias, o Curiosity conseguiu fotografar eclipses do sol, encobertos por dois satélites naturais de Marte, as luas Phobos e Delmos. Os robôs Opportunity e Spirit, enviados ao Planeta Vermelho em 2004, porém com menos recursos tecnológicos do que a missão atual, já haviam feito imagens semelhantes.