Diário da Rússia

Internacional

Brasil está interessado em comprar sistema de defesa antiaérea russa

Sistemas Pantsir-S1 e Tor-M2E agradaram bastante os militares brasileiros

O Brasil está muito interessado em comprar sistemas de defesa antiaérea da Rússia. Com base em informações do Ministério da Defesa, o jornalista Igor Gielow, Secretário de Redação da Sucursal de Brasília do jornal Folha de São Paulo, revelou que uma comitiva brasileira conheceu os equipamentos no final de janeiro na Rússia. O grupo, liderado pelo Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos de Nardi, demonstrou especial interesse pelos sistemas Pantsir-S1 e Tor-M2E, considerados como dois dos mais modernos e eficientes do mundo.

Segundo o general José Carlos de Nardi, a expectativa é a de que o negócio seja fechado durante a próxima visita à Brasília do Primeiro-Ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, nos dias 20 e 21 de fevereiro. Neste momento, porém, a prioridade dos militares brasileiros é apresentar a proposta de compra dos equipamentos russos para a Presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

O sistema Pantsir-S1 é um dos mais modernos e eficientes do mundo

O pré-acordo discutido entre militares russos e brasileiros inclui, além da venda dos equipamentos, transferência de tecnologia e possibilidade destes sistemas no Brasil. A comitiva brasileira na Rússia contou, também, com representantes de todas as empresas brasileiras com capacidade logística e técnica para operar este empreendimento, como Odebrecht Defesa, dona da fabricante de mísseis Mectron; Embraer Defesa, proprietária da empresa de radares antiaéreos Orbisat; e Avibrás, fabricante de mísseis e do principal sistema de artilharia brasileiro, o Astros.

Uma outra preocupação dos militares brasileiros é saber se haverá verbas para compra destes sistemas de defesa antiaérea. O Tor, por exemplo, tem custo aproximado de US$ 300 milhões de dólares ou R$ 600 milhões para a venda de toda a bateria composta por quatro lançadores, um veículo de comando, carros de apoio, logística e mísseis.