Diário da Rússia

Internacional

Caça russo interessa a Brasil e China

SU-35 foi projetado para atacar alvos terrestres e marítimos

O presidente da Corporação Unida de Aviação da Rússia, Mikhail Pogosyan, divulgou, durante o salão internacional aeroespacial Airshow China 2012, em Zhuhai, que a o governo chinês está interessado no novo caça multifuncional Sukhoi SU-35. O caça é projetado para ataques contra alvos terrestres e marítimos a qualquer hora do dia e em diferentes condições climáticas, segundo o porta-voz da exportadora de armas russa Rosoboronexport, Viacheslav Davidenko.

A cooperação chinesa com a Rússia na área técnico-militar é de grande interesse aos especialistas reunidos na exposição. Os caças desenvolvidos na China, por exemplo, são hoje amplamente projetados para usar motores russos.

O SU-35, em voo de exibição, em Zhukovsky. Caça também foi mostrado no salão internacional Airshow China 2012

Os chineses, porém, não são os únicos que desejam o SU-35. A Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, estará na Rússia entre 12 e 14 de dezembro, para manter reuniões com o Presidente russo, Vladimir Putin. Segundo supõem alguns analistas brasileiros, além de questões de cooperação no âmbito dos Brics, os dois poderão tratar da compra de um lote de 36 caças SU-35, no valor de US$ 4 bilhões.