Diário da Rússia

Fatos

Rússia prende quadrilha envolvida no financiamento internacional do terrorismo

Grupo movimentava US$ 46 milhões por mês

A polícia russa anunciou nesta segunda-feira, 25, a prisão de sete líderes de um grupo criminoso étnico da Ásia Central. A gangue estava envolvida em operações bancárias ilegais, as quais supostamente financiavam uma organização terrorista islâmica, movimentava um volume de transações de US$ 46 milhões por mês e conduzia atividades financeiras não especificadas que envolviam os principais mercados de toda a Rússia, inclusive em Moscou e na região de Perm. Mais de US$ 5,4 milhões foram apreendidos pela polícia.

O grupo, que tem mais de 40 membros, é acusado de financiar o Hizb ut-Tahrir (Partido da Libertação Islâmica), organização política internacional oficialmente proibida na Rússia desde fevereiro de 2003. Segundo a polícia, os suspeitos lavavam fundos através de canais financeiros a fim de beneficiar nativos da Ásia Central baseados ilegalmente na Rússia.

O Partido da Libertação Islâmica é um grupo político islâmico de alcance internacional que se estabeleceu nos territórios da Palestina no início da década de 1950. Seus membros defendem a criação de um califado geograficamente abrangente operando rigorosamente sob a sharia, o código de lei sagrado dos muçulmanos.